sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Somos forçados a conceder que a Gena Rowlands efectivamente.

If I must die
I will encounter darkness as a bride,
And hug it in mine arms
Shakespeare, Measure for Measure, III-1-83
 
 
 
 

Gena Rowlands e John Cassavetes, casados entre 1954 e 1989, ou seja, uns hoje muito justamente considerados olímpicos 35 anos, até que a morte impiedosa os separou.

6 comentários:

alma disse...

hahahahah
gostos não se discutem diz a sabedoria popular :)))

de quem o AM havia de se lembrar :)

Izzy disse...

Efectivamente.

Alma, as nossas escolhas datam-nos.

silvia disse...

Izzy,
Uma boa escolha é intemporal :)
o Am não acha nada foi só para se armar ao cul :)))

de quem o Am gosta é daquela que entrava no grease com o John travolta :)

António Machado disse...

três linhas (apenas), 2 fotos
uma posta nos limites do
izzy, as nossas escolhas enganam :)
silvia, (phetixes com patinadoras?), me liga vai... :)
(já agora, o AM era mais Geena Davis e - maldito Bruce - Cybill Shepherd...)
o meu casamento favorito tem que ser o do Fellini com a sua amorosa palhaça Giulietta

silvia disse...

heheheheh
António M.
diga lá que não tenho jeito a escolher :)))
melhor que eu só a Ema da J.Austen :)

silvia disse...

Para o alf *:)))

* roubado ao fakebook do Papa Nicolau